Mulher-Maravilha 1984 é a maior estreia no Brasil desde fevereiro

Mulher-Maravilha 1984 é a maior estreia no Brasil desde fevereiro

Mulher-Maravilha 1984 é a maior estreia no Brasil desde fevereiro

Após um ano marcado por salas de cinema fechadas e distanciamento social, finalmente tivemos uma boa estreia. Mulher-Maravilha 1984 chegou às salas nacionais levando 411 mil pessoas entre quinta...

Mulher-Maravilha 1984 é a maior estreia no Brasil desde fevereiro
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE



Após um ano marcado por salas de cinema fechadas e distanciamento social, finalmente tivemos uma boa estreia. Mulher-Maravilha 1984 chegou às salas nacionais levando 411 mil pessoas entre quinta e domingo, com uma arrecadação de R$ 7,28 milhões. Somado com os ingressos vendidos nas pré-estreias na quarta-feira, o longa chegou ao domingo com 488 mil espectadores no total e uma bilheteria de R$ 8,46 milhões.

Trata-se da maior abertura nos cinemas brasileiros desde Sonic: O Filme, que estreou em fevereiro deste ano levando pouco mais de 700 mil pessoas às salas.

PUBLICIDADE

Claro, quando comparado com as aberturas de outros filmes da DC e de heróis no geral, os números de MM84 não parecem ser tão impressionantes assim. Por exemplo, o primeiro Mulher-Maravilha estreou levando 1,37 milhão de pessoas às salas em junho de 2017. Dada a popularidade do primeiro filme por aqui, que vendeu 7 milhões de ingressos (mais do que seus concorrentes da Marvel daquele ano Guardiões da Galáxia Vol. 2, Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Thor: Ragnarok), era de se esperar que, se a pandemia não tivesse ocorrido, MM84 teria entrado para o clube de longas da DC que estrearam levando mais de 1 milhão de pessoas aos cinemas.

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Aliás, até onde existem dados disponíveis, MM84 é uma das menores aberturas da história da DC no Brasil, tendo vendido menos ingressos em seu primeiro fim de semana que os Supermen de Brandon Routh e de Henry Cavill (ambos abriram com pouco mais de 600 mil espectadores), Aves de Rapina (632 mil) e o Batman de 1989 (537 mil). Os números da Amazona foram pouca coisa menores que os primeiros fins de semana de Batman Begins (475 mil), Constantine (446 mil) e Lanterna Verde (415 mil). Por outro lado, a heroína superou as estreias de Lego Batman (370 mil) e Batman & Robin (388 mil).

Entretanto, nenhum desses blockbusters tiveram o azar de estrear em meio a uma pandemia. Segundo informa o site Filme B, MM84 estreou em um circuito reduzido, com muitas salas em algumas das principais capitais do país fechadas. Com isso, salas no Norte, Nordeste e na Região Metropolitana do Rio foram as principais a levar o público ao cinema no último fim de semana.

Com isso, fica claro que, por menores que sejam, os números de MM84 são uma vitória para a Warner e para os cinemas. O fato de que nenhum filme entre fevereiro e dezembro conseguiu estrear com os números da Amazona comprova a tese de que um filme realmente popular conseguiria trazer, aos poucos, o público de volta aos cinemas. Longas como Tenet bem que tentaram, mas a ficção científica de Christopher Nolan não tem o mesmo apelo que um longa de super-heróis (no caso, heroína) da DC.

 

 

Para se ter uma ideia do quão relativamente grande foi a estreia de MM84 dadas as circunstâncias, basta dizer que, apenas entre quarta e domingo, o filme levou mais pessoas aos cinemas do que qualquer outro que tenha estreado desde que as salas reabriram, em agosto (até então, os campeões eram longas como Tenet, Scooby!, Convenção das Bruxas e Os Novos Mutantes, que venderam pouco mais de 300 mil ingressos no total).

Enfim, depois desta ótima abertura, como será que a nova aventura da Mulher-Maravilha vai se sair daqui para a frente? Levando em consideração que no dia 25 ele chegará à HBOMax nos EUA e, portanto, vazará em alta qualidade nos sites de torrent, eu diria que há dois caminhos. Ou MM84 pode cair com rapidez nas semanas seguintes, como aconteceu com Aves de Rapina e Lanterna Verde, ou ele pode se segurar firme e alcançar públicos ainda maiores, como ocorreu com Batman Begins e Constantine.

Em todos os casos o longa passaria da marca de 1 milhão de espectadores (tornando-se o primeiro desde Sonic a atingir tal feito), o que deve ocorrer a não ser que a pandemia force o fechamento de mais salas. Mas, supondo que um número decente delas permaneçam abertas nos próximos dias, MM84 deve sair de cartaz tendo vendido pouco mais de 1 milhão de ingressos. Se o longa de Patty Jenkins desempenhar como Batman Begins, ele terá uma chance de chegar aos 2 milhões de espectadores e encostar nos números de Aves de Rapina.

Claro, para isso será preciso que a pandemia não atrapalhe muito o filme. Mas, por enquanto, os números são promissores.

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL