Mulher-Maravilha 1984 sofre queda gigantesca na bilheteria brasileira

Mulher-Maravilha 1984 sofre queda gigantesca na bilheteria brasileira

Mulher-Maravilha 1984 sofre queda gigantesca na bilheteria brasileira

Após uma ótima estreia na semana passada, Mulher-Maravilha 1984 sofreu um tombo enorme nas bilheterias brasileiras no último fim de semana, que coincidiu com o Natal. Ainda assim, sem...

Mulher-Maravilha 1984 sofre queda gigantesca na bilheteria brasileira
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE



Após uma ótima estreia na semana passada, Mulher-Maravilha 1984 sofreu um tombo enorme nas bilheterias brasileiras no último fim de semana, que coincidiu com o Natal. Ainda assim, sem nenhum concorrente ele liderou com folga nas bilheterias.

O longa arrecadou R$ 2,72 milhões e levou mais 150 mil pessoas aos cinemas em seu segundo fim de semana. No total, MM84 arrecadou R$ 14,4 milhões, tendo vendido 880 mil ingressos.

PUBLICIDADE

Sua queda da primeira semana para a segunda foi de 63% na renda, o que é bastante grave mesmo em condições normais. Ainda assim, o fim de semana para MM84 foi lotado de desafios: o estado de São Paulo, responsável por boa parte da renda do longa no país, fechou as atividades consideradas não essenciais durante o feriado. Finalmente, há a própria época de Natal, na qual muitas pessoas preferem ficar com a família ao invés de ir aos cinemas.

O próximo fim de semana também coincidirá com uma data importante: o Ano Novo. Muitos estados, inclusive São Paulo, devem fechar novamente as salas durante o feriado, a fim de tentar conter o avanço do coronavírus. Por isso, espere por outro fim de semana de bilheterias esvaziadas para a heroína.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

 

Ainda assim, MM84 certamente vai ultrapassar a marca do 1 milhão de ingressos vendidos, tornando-se o primeiro longa a atingi-la desde Sonic: O Filme, que estreou lá em fevereiro. O quão longe ele irá além disso vai depender de como a situação do país ficará em janeiro. Se as autoridades locais continuarem fechando salas e o vírus seguir avançando, é possível que o longa nem sequer atinja o número de ingressos vendidos pelo primeiro Mulher-Maravilha em sua estreia em 2017 (1,37 milhão).

Por outro lado, vamos supor que as salas continuem funcionando, a pirataria não atrapalhe (muito) e o público sinta-se seguro para ir aos cinemas. Nesse caso, os longas da DC em média levam 55,8% de seu público final no Brasil até a segunda semana. Caso MM84 fique dentro desta média, ela vai sair de cartaz tendo vendido em torno de 1,58 milhão de ingressos.

No entanto, pode acontecer dela cair mais rapidamente (afinal, o boca a boca na internet é definitivamente misto), tal como ocorreu com Aves de Rapina e O Homem de Aço, que atingiram entre 65% e 68% de seu público final na segunda semana. Nesse caso, ela sai de cartaz com um público entre 1,28 milhão e 1,35 milhão. 

 

 

Mas vamos supor que a falta de concorrentes fortes em janeiro e as férias permitam uma performance similar à de Aquaman, que dominou as bilheterias brasileiras entre o final de 2018 e o início de 2019. Nessa hipótese, MM84 sai de cartaz com um público de 1,88 milhão de pessoas. Ou seja, se o longa quiser alcançar o público de Aves de Rapina (pouco mais de 2 milhões de ingressos, mas isso antes da pandemia), vai precisar de sorte e que o público continue comparecendo às salas.

Será que MM84 vai ser o primeiro de uma série de filmes a conseguirem trazer o público de volta às salas? Ou será que os próximos a estrearem não vão ser tão populares quanto a heroína da DC? Acompanhe com a gente ao longo das próximas semanas!

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL