PUBLICIDADE

Tag: Batman: O Retorno

Batman: O Retorno é a sequência de Batman de 1989, novamente estrelado por Michael Keaton. Originalmente, Tim Burton não queria dirigir outro filme do Homem-Morcego. A Warner Bros. desenvolveu um roteiro com Sam Hamm no qual o Pinguim e a Mulher-Gato perseguiam um tesouro escondido. Burton concordou em retornar depois que eles lhe concederam mais controle criativo e substituiu Hamm por Daniel Waters.

Wesley Strick foi mais tarde escolhido para fazer uma reescrita sem créditos pouco antes das filmagens. Isso incluiu normalizar o diálogo, dar corpo às motivações e ao plano do Pinguim e remover cenas devido a problemas de orçamento. Strick continuou trabalhando como roteirista no set durante as filmagens. Annette Bening foi originalmente escalada como Mulher-Gato, mas ficou grávida e foi substituída por Michele Pfeiffer.

A trama gira em torno do monstruoso Pinguim (Danny DeVito), que vive nos esgotos abaixo de Gotham, junta-se ao perverso empresário Max Shreck (Christopher Walken) para derrubar o Batman (Michael Keaton) de uma vez por todas. Mas quando a tímida assistente de Shreck, Selina Kyle (Michelle Pfeiffer), descobre e Shreck tenta matá-la, ela se transforma na sexy Mulher-Gato. Ela se junta ao Pinguim e Shreck para destruir Batman, mas faíscas voam inesperadamente quando ela confronta o Cavaleiro das Trevas.

Batman: O Retorno foi lançado em 03 de Julho de 1992 no Brasil. O filme arrecadou $266,8 milhões em todo o mundo, com um orçamento total de $80 milhões, e recebeu críticas positivas. Os críticos elogiaram suas sequências de ação, performances, trilha sonora de Danny Elfman, efeitos visuais e vilões, mas sua classificação PG-13 foi criticada devido ao tom sombrio e violência. O filme foi indicado a dois Oscars: Melhor Efeitos Visuais e Melhor Maquiagem, além de dois prêmios BAFTA. Uma sequência autônoma, Batman Eternamente, foi lançada em 1995, com Val Kilmer substituindo Keaton como Batman.

Uma história em quadrinhos intitulada Batman ’89 dá continuidade ao universo de Tim Burton, ignorando os eventos dos filmes subsequentes. Já Michael Keaton irá para repetir sua versão do Batman no DC Extended Universe no filme The Flash (2022), que também irá ignorar os eventos dos dois filmes de Schumacher. É provável que seu papel dentro do DCEU seja semelhante ao de Nick Fury dentro do MCU. Ou seja, ele deve aparecer como uma figura de mentor em vários filmes, embora não realmente desempenhe um papel principal.

Página 7 de 8 1 6 7 8

LEIA TAMBÉM: