A regra de "não matar" do Superman possui uma grande lacuna; entenda

A DC Comics revelou involuntariamente que a famosa regra de "não matar" do Superman possui uma grande lacuna.

A regra de “não matar” do Superman possui uma grande lacuna; entenda

A DC Comics revelou involuntariamente que a famosa regra de “não matar” do Superman possui uma grande lacuna. O Homem de Aço tem um código de ética pessoal que o impede de...

 A regra de “não matar” do Superman possui uma grande lacuna; entenda
Publicidade

Publicidade

A DC Comics revelou involuntariamente que a famosa regra de “não matar” do Superman possui uma grande lacuna. O Homem de Aço tem um código de ética pessoal que o impede de cruzar a linha. Semelhante ao Batman, o Superman sempre abraçou a vida em todas as suas formas, independentemente da lealdade de alguém ao bem ou ao mal.

Como ele opta por ver o bem nos outros, ele tem uma política de “não matar”, desafiando-o a não usar seus poderes com tanta violência. Ao contrário do Cavaleiro das Trevas, sua ética não vem de um medo de que cruzar uma linha moral para não se tornar igual aos seus vilões.

Em vez disso, o Superman é motivado pela compaixão. No entanto, sua misericórdia demonstrada encontra um problema em Liga da Justiça: Last Ride #7, escrito por Chip Zdarsky com arte de Miguel Mendonca e a colorista Enrica Angiolini. Embora Superman seja firmemente contra matar e também não permita que seus colegas matem, ele perdoa instantaneamente seus companheiros heróis quando eles tiram uma vida.

Publicidade

É a mesma parte de sua personalidade que o faz não usar nada contra outros membros da Liga da Justiça. No passado, ele perdoou a Mulher-Maravilha, que está acostumada a matar na guerra desde quando foi criada entre guerreiros. Quando o Lanterna Verde mata Darkseid, Kal-El é praticamente ambivalente e não hesita em trabalhar com ele novamente no futuro.

Recentemente, em Batman / Superman: Autoridade Especial #1, Superman instruiu sua equipe a poupar os Al Ghuls, que são um exército de ninjas mortos-vivos. No entanto, é provável que Superman não se importasse tanto, afinal.

Publicidade

Como resultado de sua compaixão, Superman está propenso a perdoar e esquecer, sem implementar quaisquer consequências. Com esses dois acontecimentos consecutivos que abordam sua regra de “não matar”, a filosofia de Kal-El é retratada mais como uma preferência do que como um código pessoal.

Em contraste, Batman parece ser mais rígido do que o Superman é com aqueles que lutam ao seu lado. Essa justaposição faz sentido, pois Bruce tende a sentir um peso maior de responsabilidade sobre as pessoas ao seu redor. No entanto, Kal-El é excessivamente compreensivo quando fica decepcionado pelos estilos conflitantes de outros heróis em busca da justiça.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais.

Publicidade

Acompanhe o Legado da DC e saiba mais sobre o mundo DCnauta.

Créditos: Screenrant

 LEIA MAIS!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.