Como os planos de Zack Snyder para Carrie Kelley e Batgirl salvariam o Batfleck

Se os planos de Zack Snyder para Batgirl e Carrie Kelley tivessem ocorrido, poderiam ter influenciado o desenvolvimento do filme cancelado de Ben Affleck.

PUBLICIDADE

Embora não haja planos para Zack Snyder retornar ao DCEU, ele esperava apresentar Batgirl e uma nova Robin na franquia, o que teria tido efeitos fascinantes no filme solo cancelado do Batman de Ben Affleck. Antes mesmo do lançamento de Batman Vs Superman, Affleck começou a trabalhar em um filme solo do Homem-Morcego.

O ator até se comprometeu a escrever e dirigir o projeto. No entanto, Affleck deixou a produção no início de 2017 para deixar outro roteirista cuidar do roteiro e, depois de várias confusões, a Warner Bros. colocou o diretor Matt Reeves no comando de um projeto muito diferente, situado fora da continuidade do DCEU.

Zack Snyder, da mesma forma, tinha grandes planos após os eventos da Liga da Justiça, particularmente para a mitologia do Batman. Originalmente, Dick Grayson era quem morreria nas mãos do Coringa em vez de Jason Todd. A perda de seu filho adotivo envia Bruce por um caminho muito sombrio, transformando-o em um anti-herói violento.

PUBLICIDADE

O pavor existencial do Batman após a batalha do Superman com o General Zod em Metrópolis piora a situação. Mas o eventual sacrifício do Superman para derrotar o Apocalypse finalmente empurra o Cavaleiro das Trevas de volta para seus métodos mais nobres, mas este arco teria continuado em seu filme solo e teria sido afetado pela Batgirl e por uma nova Robin.

Anos depois, Snyder expressou planos para apresentar a Batgirl e Carrie Kelley no DCEU. Ao responder às perguntas dos fãs nas redes sociais, o diretor revelou que queria que Carrie Kelley sucedesse o falecido Dick Grayson como a ajudante do Batman, o que seria mais um elemento tirado diretamente de O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller.

Em uma entrevista de 2021, Snyder também expressou planos para apresentar Barbara Gordon, filha do comissário James Gordon (JK Simmons). Considerando o enredo planejado para a versão original de Ben Affleck para The Batman, essas duas novas personagens teriam se encaixado muito bem na caracterização do Batfleck.

PUBLICIDADE

Com Batman voltando ao seu estado mais heróico após os eventos da Liga da Justiça, talvez treinar Carrie Kelley como a próxima Robin ajudaria Bruce a lidar com a perda de seu filho adotivo, enquanto também treinava a próxima geração de super-heróis.

A visão de Affleck para The Batman teria mostrado o Exterminador, que descobriu a identidade secreta do herói, desmantelar sistematicamente a vida de Bruce Wayne matando as pessoas mais próximas a ele. Dado que Batman não tem exatamente uma longa lista de amigos próximos, é uma suposição segura que Gordon e Alfred poderiam estar na lista do vilão.

A perda de seu pai substituto e de um amigo de longa data poderia ter feito Bruce recair no desespero e na brutalidade que Bruce mostrou em Batman Vs Superman. Sua parceria e responsabilidade por Carrie Kelley, e a ascensão de Barbara Gordon como Batgirl, poderiam ter sido o que impediu Bruce de repetir seus erros anteriores.

PUBLICIDADE

Isso também teria permitido que o Exterminador aparecesse no futuro apocalíptico do Knightmare. O plano de Zack Snyder era que o Batman evitasse este futuro apocalíptico, se sacrificando para derrotar Darkseid e salvando a Terra (e incontáveis ​​outros mundos) de suas conquistas.

O filme solo do Batfleck teria solidificado a adesão de Bruce ao heroísmo por meio da misericórdia e da contenção, preparando-o para esse final heróico. Com Carrie Kelley como Robin e Barbara Gordon como Batgirl, Bruce deixaria para trás um legado de novos heróis para continuar o que ele começou como Batman.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe suas opiniões em nossas redes sociais.

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Créditos: Screenrant

    LEIA MAIS!

PUBLICIDADE

Sair da versão mobile