Constantine: Gabriel de Tilda Swinton teve um detalhe trágico

Constantine teve Gabriel com seu principal antagonista, e um detalhe fala muito sobre a trágica desconexão do vilão com a humanidade.

Constantine: Gabriel de Tilda Swinton teve um detalhe trágico

Constantine teve Gabriel com seu principal antagonista, e um detalhe fala muito sobre a trágica desconexão do vilão com a humanidade.

Constantine: Gabriel de Tilda Swinton teve um detalhe trágico
UM DETALHE OCULTO
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

O primeiro filme do Constantine envelheceu bem, com uma história rica e muito de acordo com o espírito dos quadrinhos, mesmo que não seja uma adaptação perfeita. Deixando de lado o cabelo preto e o sotaque americano de Keanu Reeves, o ator encontrou o cerne do cinismo fervilhante do personagem.




PUBLICIDADE



Além disso, ele foi auxiliado por um elenco excelente de futuros vencedores do Oscar. A principal delas foi Tilda Swinton, que roubou a cena como o arcanjo Gabriel. Gabriel é revelado como o vilão central do filme, que tenta arquitetar o apocalipse bíblico em um esforço para trazer à tona o melhor da humanidade.

O confronto climático com Constantine chega em meio a inúmeras reviravoltas. No entanto, Constantine funciona tão bem, em parte, porque presta muita atenção aos pequenos detalhes. Nesse caso, uma parte da fantasia de Swinton diz muito sobre sua vida trágica.

PUBLICIDADE

Gabriel usa pulseiras hospitalares na cena, um elemento abertamente moderno para um traje projetado para evocar atemporalidade e eternidade. De acordo com os extras do DVD, eles são um lembrete para Gabriel de seu propósito de testar a humanidade, bem como de como o sofrimento traz à tona o lado nobre da humanidade.

Isso está de acordo com o diálogo da cena. “É apenas diante do horror que você realmente encontra seu eu mais nobre”, Gabriel diz a Constantine, “e você pode ser tão nobre. Então … eu trarei dor para você. Trarei horror para você. Para que você possa superar isso.”

PUBLICIDADE

Isso é terrivelmente equivocado, como Constantine prontamente aponta. No entanto, carrega uma lógica distorcida ligada à escolha do figurino. As pulseiras do hospital carregam palavras como “Tristeza” e “Paixão”, presumivelmente como um lembrete do que os humanos passam.

Em um nível mais direto, eles ecoam Isabel Dodson (Rachel Weisz), cujo suicídio enquanto estava em um hospital iniciou a investigação de John Constantine. Seu ato foi moralmente complexo – ela estava tentando impedir o fim do mundo – o que Gabriel tem dificuldade em entender.

PUBLICIDADE

Como descrito pelo CBR, ele não pode sentir dor, pelo menos não ainda, mas seus deveres na Terra o induzem a testemunhar o sofrimento humano por incontáveis ​​gerações. E aí reside a tragédia de Gabriel e o que o torna uma figura tão surpreendentemente complexa.

Por todo esse tempo gasto observando, Gabriel não consegue simpatizar com a humanidade que ele deveria defender. Ele não tem ideia do que eles vivenciam, apenas que eles tendem a agir de forma mais heroica quando as circunstâncias são terríveis.

As pulseiras são o equivalente a notas de berço para um exame. Eles são a única maneira de Gabriel se conectar com as pessoas que ele deveria ajudar. Sem essa empatia, orquestrar um apocalipse se torna muito fácil. Na verdade, Gabriel age mais por inveja do que por compaixão, porque não tem ideia do que a dor acarreta.

“Não é justo”, ele murmura durante seu confronto com John, referindo-se ao amor declarado de Deus pela humanidade e sua capacidade inata para a salvação. Sem entender o preço que os mortais pagam pela graça de Deus, tudo o que Gabriel vê é uma carona para uma espécie que não a merece.

Para Gabriel, o fim do mundo os fará merecê-lo. Como bônus, ele pode puni-los por serem os favoritos de Deus. A inveja de Gabriel é sua queda, que é parte do que faz o clímax de Constantine funcionar tão bem. Deus abandona Gabriel, deixando-o mortal e preso na Terra.

Ele começa a experimentar a dor em primeira mão. Em dado momento, John dá um soco no queixo de Gabriel para dar a ele o primeiro gostinho do que está por vir. Mesmo assim, Gabriel não consegue entender, sugerindo que isso era parte de seu plano o tempo todo.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe as suas opiniões nos comentários abaixo!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Escute o LegadoCast:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL