Cosplayer da Mulher-Maravilha dá vida à Deusa da Guerra de Zack Snyder

Após anos de campanhas dos fãs para que a visão de Snyder visse a luz do dia, a Liga da Justiça de Zack Snyder foi finalmente lançada na HBO Max. No...

REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO
Publicidade

Compartilhe: Diego Henrique
Publicado em 9/3/2022 - 16h55


Publicidade
LEIA TAMBÉM




Após anos de campanhas dos fãs para que a visão de Snyder visse a luz do dia, a Liga da Justiça de Zack Snyder foi finalmente lançada na HBO Max. No entanto, enquanto o longa foi originalmente concebido como o início de uma trilogia planejada por Snyder, a Warner Bros. declarou explicitamente que não planeja produzir mais nenhum filme do “SnyderVerse“.

 

Publicidade

    LEIA MAIS!

 

Mesmo que não esteja atualmente nos planos do estúdio, temos uma ideia de como parte da história teria sido, graças à algumas artes conceituais e detalhes da história. Havia muitas grandes ideias que Zack Snyder tinha em mente para os respectivos heróis e vilões, como Darkseid e a Legião do Mal.

Publicidade

Quando se trata da Mulher-MaravilhaLiga da Justiça 2 a teria conduzido em uma vasta jornada que terminaria tragicamente antes de ter um final feliz em Liga da Justiça 3. Uma das partes cruciais do arco de Diana Prince era o terrível futuro potencial que estava reservado para ela.

Durante os eventos de Liga da Justiça 2, Diana tentaria encontrar o caminho de volta para Themyscira, pois ela havia se esquecido de como chegar lá. Através do Laço da Verdade, a Mulher-Maravilha recuperaria suas memórias e teria uma visão terrível sobre como ela se tornou a nova Deusa da Guerra, enquanto assassinava o Superman.

Publicidade

Apesar de ser uma visão, os vislumbres dos filmes de Snyder sempre foram estabelecidas como premonições, criando variações da linha do tempo chamada de ”Knightmare”. Agora, uma renomada cosplayer da Mulher-Maravilha compartilhou sua excelente visão de elementos dos quadrinhos e  da trilogia planejada por Snyder. Confira:

Publicidade

Lis.Wonder, que se parece muito com Gal Gadot, foi quem compartilhou fotos de sua versão dos storyboards com os planos originais de Snyder, mesclados com elementos de uma versão popular da Mulher-Maravilha como Deusa da Guerra, especificamente a versão desenhada pelo artista Marcio Abreu.

Publicidade

O corte de Zack Snyder pode ter realmente prenunciado o possível final sombrio de Diana. Durante a visão do ”Knightmare” tida pelo Cyborg, ele vê uma Diana morta com moedas sobre os olhos enquanto seu corpo estava sendo queimado.

Na tradição grega, no entanto, moedas sobre os olhos de alguém é como eles mandariam almas para o Hades. A transformação de Diana na Deusa da Guerra seria significativamente crucial, visto que ela já havia derrotado Ares em Mulher-Maravilha de 2017.

Publicidade

No entanto, o destino real planejado da Mulher-Maravilha em Liga da Justiça 2 acabou sendo a morte, que ocorreu quando a Doutora Veneno soltou um gás em Themyscira, matando todas as Amazonas, incluindo Diana. Visto que Diana não estaria na maior parte da Liga da Justiça 3, sua morte teria sido desfeita de qualquer maneira por causa da viagem no tempo do Flash ao passado.

No final, Mulher-Maravilha e Themyscira teriam feito parte da grande batalha final contra Darkseid. Em vez de se tornar a Deusa da Guerra, Diana acabaria se tornando a nova Rainha das Amazonas e traria paz ao mundo. Embora essa fosse uma ótima maneira de encerrar a história da personagem na trilogia de Snyder, teria sido incrível se Diana realmente tivesse se tornado a Deusa da Guerra.

Publicidade

Mas o que poderia ser pior para Diana do que se tornar a nova portadora do título que pertencia a seu irmão cruel? Se Liga da Justiça 2 tivesse saído do papel, provavelmente teria sido a coisa mais sombria que já foi vista com a Mulher-Maravilha em live-action.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Gostaria que Zack Snyder voltasse para dirigir futuros filmes da Liga da Justiça? Não esqueça de comentar!

Publicidade

Para mais curiosidades DCnautas, fique de olho no Legado da DC.

Créditos: CBR



Sair da versão mobile