James Gunn aponta o principal erro da Marvel que a DC evitará

James Gunn, um dos CEOs da DC Studios, compartilhou uma perspectiva interessante sobre o Universo DC - DCU.

James Gunn aponta o principal erro da Marvel que a DC evitará

James Gunn, um dos CEOs da DC Studios, compartilhou uma perspectiva interessante sobre o Universo DC - DCU.

James Gunn aponta o principal erro da Marvel que a DC evitará
VAI SER CUIDADOSO
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

Recentemente, James Gunn, um dos CEOs da DC Studios, ao lado de Peter Safran, compartilhou uma perspectiva interessante sobre o Universo DC – DCU, abordando um desafio que o Universo Cinematográfico da Marvel – MCU está encarando.




PUBLICIDADE



O debate gira em torno da gestão do tempo e da coerência em universos amplos. Em uma conversa online com um fã, Gunn foi perguntado se a DC Studios tem alguém encarregado de manter a linha do tempo, como a Marvel. Sua resposta revelou uma visão intrigante:

Se esta é uma posição na Marvel, eu não sei quem a ocupa (eu nunca discuti nada do tipo com eles). Mas eu acredito que é por isso que tem tanta gente dizendo que Guardiões da Galáxia Vol. 3 se passa em 2030 ou algo do tipo (Eu já estava achando q eu eu passei dos limites com o avô do Peter Quill estar vivo!). Eu penso que o MCU e o DCU precisam ter uma gama mais ampla de tons do que existe atualmente. Eu penso que eles trabalham nisso, mas poderiam fazer melhor.

PUBLICIDADE

Gunn não está ciente de um papel semelhante na Marvel, mas ressalta que a consistência na linha do tempo é crucial para ambos os universos. Ele até brinca com as implicações de como o tempo é gerenciado, mencionando a possibilidade de Guardiões da Galáxia Vol. 3 se passar em um futuro distante.

Isso sugere que a administração da DC Studios está atenta a evitar problemas semelhantes de continuidade que a Marvel está tendo que lidar em algumas de suas produções. Além disso, Gunn destaca a importância de expandir a gama de tons dentro desses universos cinematográficos.

PUBLICIDADE

Embora ambos tenham explorado diferentes estilos e gêneros, há espaço para uma diversidade ainda maior de abordagens narrativas e estilos. Esta é uma maneira de manter o público envolvido e interessado em ambas as franquias, garantindo que elas continuem evoluindo e se mantendo relevantes.

Em resumo, Gunn oferece uma visão interessante sobre como a DC Studios está abordando a gestão do tempo e a diversificação de tons em seu universo cinematográfico, enquanto destaca a importância de aprender com os erros e sucessos do Universo Cinematográfico da Marvel – MCU.

PUBLICIDADE

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe suas opiniões nos comentários abaixo!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Logo abaixo, assista a um vídeo do nosso canal no YouTube, a LegadoTV – se inscreva clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL