Watchmen: Pai de Donald Trump foi vilão na série da HBO e você não percebeu; entenda

Watchmen: Pai de Trump foi vilão na série da HBO e você não percebeu

Watchmen: Pai de Donald Trump foi vilão na série da HBO e você não percebeu; entenda

O pai de Donald Trump, Fred Trump (que dizem ter ligações com a Ku Klux Klan), foi a inspiração na vida real para um personagem de Watchmen da HBO....

 Watchmen: Pai de Donald Trump foi vilão na série da HBO e você não percebeu; entenda
Publicidade

Publicidade

O pai de Donald Trump, Fred Trump (que dizem ter ligações com a Ku Klux Klan), foi a inspiração na vida real para um personagem de Watchmen da HBO. Em “Este ser extraordinário”, o sexto episódio da minissérie, Angela Abar se depara com um personagem chamado Fred ao vivenciar as memórias de seu avô Will Reeves durante sua época como policial.

A principal barreira racista no caminho de Will são os Ciclope – uma gangue de membros da Ku Klux Klan que penetrou em várias camadas da sociedade para garantir que sua agenda supremacista fosse cumprida.

Publicidade

O primeiro contato de Will com um Ciclope ocorre quando ele prende um homem por atear fogo em uma propriedade de judeus. É revelado que o homem que cometeu o crime tinha aliança com vários policiais que fazem parte dos Ciclopes.

Identificado apenas como “Fred” ao longo do episódio, Will Reeves eventualmente impõe sua própria marca da justiça a este empresário local e entusiasta da KKK. À primeira vista, Fred parece não ter nenhuma conexão com o enredo mais amplo de Watchmen, e parece ser apenas um vilão semanal para ajudar a explicar a amargura e raiva de Will, bem como fornecer as cenas de flashback com um antagonista desprezível.

Publicidade

Curiosamente, porém, foi apontado (via Vox) que Fred é suspeitamente semelhante ao Fred Trump da vida real. Além de compartilhar o mesmo nome, o supermercado de Fred se chama “FT & Sons”, acrescentando mais alguns paralelos aos negócios da família Trump. Na série, Fred opera no Queens, em Nova York, enquanto o real Fred Trump também trabalhou no Queens durante a mesma época em que o episódio é situado.

Reportagens publicadas em maio e junho de 1927 relatavam que Fred Trump foi preso em um tumulto após um ato da Ku Klux Klan em Nova York. A informação, descoberta pela imprensa americana durante a campanha presidencial de Trump, fez com que o presidente negasse que seu pai integrasse o grupo supremacista.

As matérias da época não deixam claro que Fred seria integrante do grupo, e afirmam que ele foi preso com outras seis pessoas (ele foi o único que não foi acusado formalmente). Fred teria 21 anos na época, e estava longe de ser o bilionário patriarca da família Trump.

Publicidade

Previsivelmente, não há nada explícito revelando que o vilão de Watchmen e o pai do ex-presidente são os mesmos, para grande alívio da equipe jurídica da HBO. Dito isso, uma série dessa magnitude sabe exatamente o que estava fazendo quando apresentou um “Fred T.” como dono de uma mercearia de gerência familiar no Queens na década de 30 e com ligações com a KKK.

Além disso, uma das roteiristas do programa tweetou na epóca uma mensagem enigmática, sugerindo a comparação com Fred Trump e despois apagou:

Publicidade

A série de Damon Lindelof foi descaradamente política, particularmente com seu antagonismo sendo constituido por líderes e grupos de extrema-direita. O preconceito racial esteve no centro da história e o show não fez rodeios ao explorar as áreas mais tenebrosas da história dos Estados Unidos, iluminando tragédias como o massacre de Tulsa de 1921 e colocando esses incidentes históricos no contexto dos dias modernos questões.

Publicidade

Coincidência? Eu acho que não. O que você pensa sobre isso? Acha que o Fred no episódio era na verdade Fred Trump? Deixe suas opiniões nos comentários!

Fique de olho no Legado da DC e saiba tudo sobre o universo DCnauta.

    LEIA MAIS!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.