PUBLICIDADE

A fraqueza mais chocante do Superman significa que até você poderia matá-lo

Superman e os muitos heróis da DC têm uma grande variedade de superpoderes, mas ao viajar para o nosso mundo eles se tornam pessoas normais.

PUBLICIDADE

O Superman não tem muitas fraquezas fora da kryptonita e da magia, mas no multiverso que é o Universo DC, há uma fraqueza ainda mais chocante dele que só pode ser explorada no “mundo real”. Ser um personagem fictício com uma quantidade incalculável de poder é uma coisa, mas no segundo em que o Homem de Aço entra em nossa realidade, o jogo acaba para ele e suas habilidades quase onipotentes.

 

    LEIA MAIS!

 

Em Justice League Incarnate #3, por Joshua Williamson, Dennis Culver e vários artistas talentosos, é mostrado a mais nova versão da Liga da Justiça espalhada pelo multiverso enquanto eles procuram um caminho de volta para casa. Após Batman do Flashpoint, Capitão Cenoura, Presidente Superman e a recente adição do Doutor Multiverso, cada herói deve lidar com seus próprios problemas enquanto continua a rastrear Darkseid e a rachadura no multiverso que ele deseja explorar por si mesmo.

PUBLICIDADE

Enviado para a Terra-33, ou o mundo que é basicamente “nossa” realidade, onde o mundano é a norma e os super-heróis só estão vivos nas páginas de um quadrinho, o Presidente Superman e o Doutor Multiverso não sabem como voltar ao seu legítimo lugar no multiverso. Percebendo que eles precisam desenvolver uma história em quadrinhos para alcançar e se reunir com seus colegas, é aqui que os fãs podem dar uma olhada no que aconteceria se o Superman – ou qualquer outro herói superpoderoso – pisasse no mundo real.

Falando com o Doutor Multiverso sobre sua situação, o Presidente Superman diz: “Acredito que de alguma forma terminamos na Terra-33, o que é impossível, pois está cercado por uma membrana fictícia que apenas as ideias podem penetrar”. Esclarecendo que, “Provavelmente é essa membrana que nos impede de acessar nossos poderes”, o Presidente Superman não apenas chama a atenção para o motivo pelo qual ninguém tem superpoderes no mundo real, mas também confirma que, se o Superman chegasse às margens da Terra -33, ele poderia ser morto tão facilmente quanto qualquer outra pessoa.

Quase indestrutível por meios normais em qualquer outro mundo no multiverso (a menos que um sol vermelho esteja no céu), Superman perdendo seus poderes no segundo em que pousa na Terra-33 devido a essa “membrana fictícia” é uma ruga na tradição da DC Comics que explica por que o mundo real seria péssimo para qualquer pessoa com superpoderes. 

PUBLICIDADE

E enquanto heróis como Batman, que dependem de tecnologia, inteligência e suas habilidades aprendidas, estariam bem em nosso mundo, ser capaz de desenergizar o herói mais poderoso da DC e abri-lo para ser morto, digamos, sendo atropelado por um carro ou uma queda acidental em um longo lance de escadas é tão perturbador quanto hilário, mas ainda é uma ideia divertida de por que não temos super-heróis voando em nossa Terra regularmente, no entanto.

Portanto, embora o Doutor Multiverso acabe aproveitando suas habilidades únicas para escapar da Terra-33 (ser o guardião de todo o poder do multiverso tem suas vantagens), nenhum outro herói seria capaz de utilizar todo o seu potencial para fazer o mesmo, incluindo o Superman. Os fãs podem nunca realmente ver o Superman andando em nosso mundo, mas se o fizerem, ele seria apenas um cara normal que poderia ser derrubado – ou até morto – como qualquer outra pessoa.

[créditos: Screen Rant]

As HQs da Liga da Justiça Encarnada ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

PUBLICIDADE

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre os quadrinhos dcnautas.

Sair da versão mobile