Charada de Paul Dano fez o que o Coringa de Heath Ledger não conseguiu

Em The Batman, o Charada de Paul Dano impressionou ao superar o Coringa de Heath Ledger com um plano extremamente bem-sucedido.

Charada de Paul Dano fez o que o Coringa de Heath Ledger não conseguiu

Em The Batman, o Charada de Paul Dano impressionou ao superar o Coringa de Heath Ledger com um plano extremamente bem-sucedido.

Charada de Paul Dano fez o que o Coringa de Heath Ledger não conseguiu
CORINGA FOI SUPERADO
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

Podemos afirmar com confiança que a excepcional atuação de Heath Ledger como o icônico Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas dirigido por Christopher Nolan ainda é considerada um dos destaques mais notáveis do filme, conquistando inclusive o prestigioso prêmio Oscar.




PUBLICIDADE



Como destaca o CBR, ele superou os filmes de heróis, demonstrando que o saudoso ator foi verdadeiramente impecável ao retratar o famigerado Príncipe Palhaço do Crime como um terrorista que obrigou os moradores de Gotham City a confrontar a podridão corrupta que a envolvia.

De forma irônica, desde o momento em que os trailers de The Batman foram divulgados, o enigmático Charada interpretado por Paul Dano foi observado espalhando enigmas intrigantes e utilizando a mídia como instrumento para instigar a cidade. Isso gerou comparações entre os dois antagonistas.

PUBLICIDADE

À medida que o enredo se desenrolava, as comparações entre os dois vilões se mostravam justificadas, já que o Charada criava o mesmo tipo de caos para purificar e reconstruir a cidade. No entanto, o Charada de Dano superou o Corina de Ledger ao realizar o que o palhaço não conseguiu: envenenar as mentes dos cidadãos.

No filme de Nolan, uma das motivações do Coringa foi o sentimento de que os habitantes de Gotham tinham o potencial de serem tão perversos quanto ele. Ele estava correto ao considerá-los hipócritas por permitir que os criminosos de colarinho branco causassem estragos enquanto focalizavam apenas os menos privilegiados como um problema.

PUBLICIDADE

É por essa razão que ele buscava proporcionar à cidade uma categoria superior de criminosos, acreditando firmemente que Gotham merecia uma punição grandiosa. Essa mentalidade culminou em sua trama para explodir a cidade, ao forçar dois barcos a escolherem entre si.

O Coringa interpretado por Heath Ledger desejava que pessoas inocentes detonassem um barco que estava cheio de prisioneiros, em troca de suas próprias vidas, tudo isso para provar ao Batman que os cidadãos “comuns” poderiam ser tão “terríveis” quanto ele.

PUBLICIDADE

Da mesma forma, ele ofereceu a mesma escolha aos prisioneiros para demonstrar que eles também poderiam eliminar aqueles que sempre se consideraram moralmente superiores, apesar de compartilharem os mesmos pecados. No entanto, nenhum dos grupos acionou o gatilho, frustrando todo o plano elaborado pelo Coringa.

Essa reviravolta distraiu o palhaço e permitiu que o Batman o derrotasse e o capturasse, provando que a esperança ainda prevalecia e que ninguém perderia sua humanidade. No entanto, em The Batman, o Charada conseguiu manipular com sucesso um grupo de civis através da Dark Web, tudo graças a uma plataforma de mídia social.

Ele almejava que seus 507 seguidores eliminassem os cidadãos após provocar uma série de bombardeios e inundar a cidade, tudo com o objetivo de promover mudanças de forma extrema. Ao contrário do Coringa, que selecionava suas vítimas aleatoriamente, o Charada trabalhou com essas pessoas ao longo de meses, condicionando-as a se tornarem terroristas.

Ele os convenceu de que eram agentes de transformação, preparando-os para atacar o prefeito, os policiais liderados por Gordon e outros indivíduos durante a inauguração do estádio, quando o local ficou inundado. Nesse aspecto, ele exercia um poder muito maior ao se tornar próximo deles, moldando essa rede de extremistas de forma a criar uma sensação de família.

Era uma abordagem bastante diferente daquela do palhaço que ordenava às pessoas que se matassem. Talvez o Coringa pudesse ter reunido um exército de maneira semelhante se ele tivesse investido tempo e personalizado sua campanha. O Charada fez exatamente isso, iluminando sua legião e incitando-os a lançar o ataque.

No entanto, em última análise, enquanto o Coringa interpretado por Ledger não se tornou um ícone, o Charada interpretado por Paul Dano permaneceu como um símbolo que poderia ressurgir no futuro e inspirar mais cidadãos a cometer atos de violência para remodelar Gotham.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe suas opiniões nos comentários!

Acompanhe o Legado da DC e saiba mais sobre as produções DCnautas.

Conheça o LegadoTV:

LegadoTV é o nosso canal do YouTube para falar de tudo, seja Marvel, DC, e qualquer conteúdo de cultura pop! Se você curte nosso trabalho aqui no site, não nos deixe de se inscrever no nosso canal clicando aqui. Logo abaixo você confere um vídeo do canal:


5 Comentários Sobre o Assunto
  1. Panquino disse:

    O coringa venceu em “o cavaleiro das trevas”. Conseguiu corromper a esperança de uma Gotham melhor. Isso coloca o charada e seus “incels” no chinelo. The batman foi pavoroso.

  2. Fernando disse:

    O Coringa ainda venceu. Transformou o Harvey Dent. Esqueceram a cena final.
    E tem diferença entre encontrar pessoas que pensam igual ou parecido ao charada na internet, nem foram tantas pessoas, e esperar que pessoas aleatórias ajam de uma certa maneira em um momento específico. Havia muita divergência em ambos barcos. Por sorte e heroísmo, um prisioneiro descartou o detonador, vê-se o alívio na tensão de ter que escolher, mas havia quem quisesse detonar. No outro barco tbm. Mas a indecisão tomou conta e nada foi feito. São dinâmicas diferentes.

  3. Fernando disse:

    E o Coringa teve tanto quanto ou mais capangas durante a história pessoas que se alinharam a ele, do que o Charada seguidores que agiram no final.

  4. Sukhoi disse:

    O Coringa do Cavaleiro das Trevas continua sendo o melhor vilão de todos os filmes de heróis. Tanto que, mesmo agora, ele continua sendo ícone de comparação para outros vilões. E esse Charada não tem nada do carisma do Coringa.

  5. Cristiano disse:

    Personagens diferentes, filmes diferentes, nem sei porquê tem comparativos assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL