Superman foi redesenhado para impedir que a DC o tornasse um fascista; entenda

Superman foi redesenhado para impedir que a DC o tornasse um fascista; entenda

O icônico Superman sempre representou a democracia e a liberdade americanas, mas por alguma razão estranha, os chefões da DC Comics tinham planos de transformar Clark Kent em um “autoritário de direita”...

 Superman foi redesenhado para impedir que a DC o tornasse um fascista; entenda
Publicidade

Publicidade

O icônico Superman sempre representou a democracia e a liberdade americanas, mas por alguma razão estranha, os chefões da DC Comics tinham planos de transformar Clark Kent em um “autoritário de direita” em sua mais recente reformulação. Esta não é a primeira vez que Morrison se pronuncia contra a tendência de fazer personagens do “Superman Maligno” nos quadrinhos, e parece que essa entrevista certamente não será a última.

Este plano supostamente quase se concretizou antes que o lendário escritor Grant Morrison se juntou ao projeto e se recusou a permitir que isso acontecesse. Em Superman and the Authority, de Morrison, eles encontraram com sucesso uma maneira de empurrar Clark Kent em uma nova direção, ao mesmo tempo em que permanecem fiéis às suas raízes, valores e história.

Publicidade

Em uma nova entrevista, Grant Morrison discute como ele foi convidado a assumir o novo design do Superman e que ele concordou apenas porque, “Superman não é um autoritário de direita!”. Em vez de fazer Clark evoluir para um fascista tirânico, Morrison decidiu fazer do Superman o “pai do mundo”, fazendo com que ele passasse a capa do Superman para seu filho Jonathan e também partisse em uma missão fora da terra.

Em Superman and The Authority, Clark Kent foi recentemente removido da Liga da Justiça e descobriu que Mongul escravizou toda a população do distante Warworld. Grant Morrison usou esse enredo como uma maneira de criar um Superman que impõe autoridade, enquanto permanece autêntico para o personagem clássico.

Publicidade

Existem mais do que suficientes clones de “Superman Maligno” nos quadrinhos agora, como Homelander de The Boys e Omni-Man de Invincible, por isso é encorajador ver um criador de quadrinhos tão conhecido defendendo com veemência a essência do Superman original. 

Com a “Saga Warworld” em pleno andamento na Action Comics e Clark aparentemente derrotado por Mongul na última edição, parece que Grant Morrison está tentando ao máximo criar uma nova era de impacto para o Homem de Aço. Esperançosamente, isso evitará que os futuros editores da DC Comics transformem o Último Filho de Krypton em um tirano.

Mas e você, o que achou de tudo isso? Deixe suas opiniões em nossas redes sociais.

Publicidade

Acompanhe o Legado da DC e saiba mais sobre os quadrinhos DCnautas.

Créditos: Screenrant

 LEIA MAIS!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.