Adão Negro não respondeu à sua pergunta mais estranha

Adão Negro esmaga tudo o que está em seu caminho, e no mais novo filme do DCEU, seus obstáculos mais comuns são paredes comuns.

Adão Negro não respondeu à sua pergunta mais estranha

Adão Negro esmaga tudo o que está em seu caminho, e no mais novo filme do DCEU, seus obstáculos mais comuns são paredes comuns.

Adão Negro não respondeu à sua pergunta mais estranha
ELE VAI MUDAR?
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

Créditos: CBR

No filme Adão Negro, o personagem-título definitivamente não é um herói. Vendo quase tudo e todos como meros obstáculos em seu caminho, Teth-Adam causa estragos em seus inimigos da Intergangue e na versão moderna de Kahndaq.




PUBLICIDADE



Talvez os maiores inimigos do anti-herói, no entanto, não sejam outros senão as portas. Ao longo do filme, Adão Negro zomba da noção de simplesmente andar por uma residência da maneira tradicional, arrebentando uma sala como um touro em uma loja de porcelana.

Apesar de fazer isso constantemente, suas palavras sugerem que ele não deveria. O filme não explica a aparente aversão do protagonista por portas e por que isso realmente faz sentido. Uma vez que ele acorda na casa moderna de Adrianna Tomaz (que nos quadrinhos se torna sua esposa), Adão Negro fica um pouco perplexo com a forma como seu país mudou.

PUBLICIDADE

Sutilmente furioso com as coisas, ele simplesmente sai arrebentando as paredes de uma sala para outra, nunca usando portas para se mover entre os espaços. A primeira vez que ele faz isso, ele empurra sem esforço o sofá em que o irmão de Adrianna está sentado.

Adão Negro continua a entrar nos prédios dessa maneira ao longo do filme, para o desgosto de todos ao seu redor. Isso até faz com que o Senhor Destino questione se a antiga Kahndaq desenvolveu o conceito de portas. Teth-Adam responde que obviamente sim, pois era assim que eles iam de sala em sala.

PUBLICIDADE

Como ele claramente sabe sobre portas e como usá-las, torna-se ainda mais questionável por que o anti-herói não o faz nos dias modernos. Contudo, o filme também nunca explica isso. Como mencionado, Adão Negro é extremamente forte.

Ele sabe que nada pode realmente resistir à sua incalculável raiva e poder, embora esse nível de poder mais tarde acabe ferindo um inocente. Ele está claramente mais ciente de seu poder a partir deste ponto, tendo melhor controle de seus limites superiores.

PUBLICIDADE

Isso mostra sutilmente uma mudança em sua caracterização e pode salvar algumas paredes no futuro do Universo Estendido da DC. Antes de acidentalmente machucar o filho de Adrianna, Amon, Adão Negro se questiona sobre sua pouca consideração pelo ambiente ao redor.

Ele atravessa as paredes porque o conceito de danos à propriedade ou o perigo potencial nas proximidades é uma prioridade muito baixa para ele. Após sua ligeira mudança de opinião e aceitação sobre o seu papel como Proteto de Kahndaq, ele claramente fica mais preocupado com o bem-estar de seu povo.

Pode até ser visto no final do filme quando ele esmaga o trono de Kahndaq, certificando-se de não ser muito contundente e machucar Adrianna e os outros próximos. Aparições futuras no DCEU podem fazer com que Adão Negro seja mais respeitoso com paredes e propriedades, pelo menos enquanto estiver em Kahndaq.

Uma cena bem-humorada poderia fazê-lo colidir com uma parede antes de descer e usar a porta, mostrando o desenvolvimento do personagem. O filme pode não ter explicado essa provável mudança de mentalidade, mas a sequência já planejada provavelmente tornará as coisas mais claras.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe suas opiniões nos comentários abaixo!

Acompanhe o Legado da DC e saiba mais sobre as produções DCnautas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL