Superman Lives | Veja imagens do vilão Brainiac no filme cancelado

Brainiac teria sido o vilão de Superman Lives. Jason Lee, Tim Allen e Christopher Walken foram alguns dos atores considerados para o papel.

Superman Lives | Veja imagens do vilão Brainiac no filme cancelado

Brainiac teria sido o principal antagonista do cancelado Superman Lives. Estrelado por Nicolas Cage e dirigido por Tim Burton, o filme seria um reboot da franquia de filmes do...

 Superman Lives | Veja imagens do vilão Brainiac no filme cancelado
Publicidade

Publicidade

Brainiac teria sido o principal antagonista do cancelado Superman Lives. Estrelado por Nicolas Cage e dirigido por Tim Burton, o filme seria um reboot da franquia de filmes do Superman, desenvolvido no final dos anos 1990, após o desastre que foi Superman IV. Ele teria sido um andróide alienígena, como sua contraparte de quadrinhos. Alguns dos atores que estavam sendo considerados para o papel eram Jason Lee, Tim Allen e Christopher Walken.

Aqui estão algumas artes conceituais de Superman Lives e alguns designs de Brainiac. Alguns estão agradecidos pelo filme não ter saido do papel, enquanto outros estão tristes. Por mais estranho que pareça, estou intrigado e teria gostado de ver o que Burton poderia fazer com o Homem de Aço, mesmo que a estranheza do projeto seja característica do estilo do diretor.

Publicidade

Publicidade

No roteiro de Kevin Smith, Brainiac, acompanhado por seu robô, envia o Apocalypse para matar Superman, bloqueando o sol com um disco voador para tornar o Superman impotente. Como resultado, Superman e a critatura lutam até a morte e ambos acabam morrendo após a batalha. Sem o Superman, Brainiac se junta a Lex Luthor. No entanto, o Eradicator, um robô Kryptoniano cuja tecnologia Brainiac deseja, ressuscita Kal-EL, ainda sem poderes, levando o Erradicator a dar ao herói uma armadura para derrotar Brainiac, até que seus poderes sejam restaurados.

No roteiro de Wesley Strick, enquanto o papel de Brainiac na história era basicamente o mesmo do roteiro de Smith, houve uma grande diferença. Assim que Brainiac chega à Terra, ele se funde com Lex Luthor em uma entidade única apelidada de “Luthiac”. Além disso, não se sabe como o papel de Luthiac se desenvolveu a partir de então, mas é provável que Superman o derrote de qualquer maneira.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

No roteiro de Dan Gilroy, a história começa com um flashback retratando Krypton prestes a ser destruído. Enquanto Jor-El e Lara Lor-Van colocam o bebê Kal-El em seu foguete, Brainiac entra na sala e os ataca, estando por trás da destruição do planeta. Embora Brainiac acabe matando o casal, Jor-El é capaz de acionar o foguete, enviando Kal-El para a Terra e levando Brainiac a jurar caçar o último Kryptoniano.

Nos dias atuais, quando Lex Luthor está prestes a descobrir a identidade secreta do Superman e expô-lo ao mundo, ele conhece Brainiac. Elaborando um plano juntos para destruir o Superman, os dois vilões se fundem em uma única entidade ciborgue conhecida como “Lexiac”. Eles então criam o Apocalypse, que ataca o Superman até que ambos morram. Como resultado, o funeral de Superman é celebrado e seu cadáver é enviado para a Fortaleza da Solidão. No entanto, o corpo impotente do Superman é ressuscitado pela misteriosa força kryptoniana conhecida como “K”, que é na verdade a “essência da vida” remanescente de seus pais biológicos.

Publicidade

Publicidade

Depois de entrar no projeto e ter o roteiro de Smith reescrito pelo escritor Wesley Strick, Tim Burton fez alguns esboços do vilão; confira:

Publicidade

Enquanto isso, Lexiac planeja destruir a Terra da mesma forma que Brainiac fez com Krypton. Enquanto tenta cortejar a enlutada Lois Lane, Lexiac monta um arsenal de ogivas nucleares para detonar as principais cidades do mundo. Superman retorna a Metrópolis e tem seus poderes restaurados por K, permitindo-lhe derrotar Lexiac e destruir a metade que contém Brainiac, pondo fim à sua ameaça de uma vez por todas.

O filme de Burton nunca existiu, mas tornou-se famoso por seus muitos elementos criativos bizarros e abordagem estranha da mitologia do Superman – o suficiente para que agora haja uma base de fãs que assitiriam uma versão animação do filme.

Publicidade

Publicidade

Embora o gênero de filmes de super-heróis tenha evoluído aos trancos e barrancos desde os anos 90, a visão compartilhada de Burton e Cage pode ainda ser muito exótica e interessante – especialmente para os padrões modernos mais diretos do gênero.

Mas e você, gostaria que este filme tivesse saido do papel? Deixe suas opiniões nos comentários!

Para mais noticias sobre o mundo DCnauta, continue acompanhando o Legado da DC.

Publicidade

LEIA MAIS!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.