The Batman: Robert Pattinson diz brincar com os seus próprios demônios

O ator Robert Pattinson contou detalhes de seu sombrio método de atuação para encarnar o Cavaleiros das Trevas em 'The Batman'.

The Batman
PUBLICIDADE

Certamente você já deve ter ouvido a expressão “mais louco que o Batman que é dito sobre alguém que é/está muito doido. E se refletimos sobre essa frase, percebemos que, de fato, é muita loucura (mesmo sendo ficção) uma pessoa sem superpoderes ir lutar contra o crime vestido de morcego. Não bastasse isso tudo, nosso querido Cruzado Encapuzado já demonstrou de outras maneiras não bater bem do juízo.

Podemos citar aqui o confronto final do morcegão com o seu arquirrival Coringa na HQ A Piada Mortal ou de como ele foi vencido por Ra’s sl Ghul na graphic novel Liga da Justiça: Torre de Babel. Não daremos spoilers, mas ao ler essas duas histórias fica nítido que o senhor Wayne é bem panqueca das ideias.

Com tanta loucura,  nada mais justo que um ator que não seja muito normal seja escolhido para viver o homem-morcego nas telonas. E como todos sabem, a Warner Bros. optou para a função o ator Robert Pattinson, conhecido por fazer personagens excêntricos e cheios de conflitos.

PUBLICIDADE

Durante as pausas nas gravações, de The Batman, no ano passado, Pattinson deu uma entrevista à edição francesa da Vanity Fair sobre seu método de atuação para viver o Cavaleiro das Trevas. O ator diz que precisa esquecer tudo ao seu redor, se internalizar no personagem e “brincar com seus próprios demônios”.

Confira o relato:

“Para começar, em The Batman, estou fazendo coisas no momento que parecem frágeis em relação à importância do projeto. Conversas que tive com amigos próximos, sonhos. Essa é a parte secreta e sensível do ator frente ao peso do projeto. Em The Batman, em Tenet, uma equipe gigantesca de técnicos te cercam e quando alguém diz: ‘Vamos, Robert… Ação!’, você tem que esquecer essa massa de pessoas e brincar na frente de seus próprios pensamentos, de seus próprios demônios.”

Apesar dele dizer ser empolgante essa tensão do set, Robert Pattinson diz que é ao mesmo tempo uma sensação muito ruim. pois ele tem medo de estragar tudo.

“Sim, tenho uma empolgação de ator para enfrentar a tensão do set, a expectativa desordenada de todas essas pessoas e transformá-la em um diálogo entre mim e eu. É uma sensação emocionante e horrível ser aquele “merdinha” que pode arriscar tudo, toda aquela infraestrutura de guerra, porque ele não foi capaz de ir lá e conseguir… Eu penso nisso.”, diz o ator.

Você pode conferir a integra dessa entrevista aqui .

PUBLICIDADE

Bom lembrar que há rumores que a relação de Pattinson com Matt Reeves, o diretor de The Batman, foi bem conturbada, já que Reeves teria hábito de mandar o ator repetir cenas dezenas de vezes. Esperamos que esse perfeccionismo bizarro tenha válido a pena.

The Batman estreia em março de 2022 nos cinemas brasileiros. Mas antes, o filme ganhará seu segundo trailer na DC FanDome deste ano, que ocorre em 16 de outubro.

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre o novo longa do homem-morcego.

PUBLICIDADE

    LEIA MAIS!

PUBLICIDADE

Sair da versão mobile