PUBLICIDADE

A melhor teoria sobre a origem do Coringa em ‘Batman: O Cavaleiro das Trevas’; confira

Mais de dez anos após 'O Cavaleiro das Trevas' mostrar o Coringa de Heath Ledger ao mundo, o mistério sobre a origem do personagem permanece.

PUBLICIDADE

Como ele conseguiu essas cicatrizes? Mais de dez anos após Batman: O Cavaleiro das Trevas mostrar o Coringa de Heath Ledger ao mundo, o mistério sobre a origem do personagem permanece. Naquela época, existiam inúmeras teorias, mas uma delas foi constantemente citada, embora muitas vezes simplificada demais.

O filme de Christopher Nolan continua a ser o auge do cinema de super-herói, tendo mudado a forma como esses tipos de filmes eram vistos artisticamente, popularizando o estilo do realismo corajoso como entretenimento pipoca. Acima de tudo, é um ótimo filme.

Há muitas razões para seu legado, mas em um nível básico, o aspecto de destaque deve ser o Coringa de Heath Ledger. Sua visão sobre O Príncipe Palhaço do Crime é agora o exemplo definitivo não apenas para os vilões de super-heróis, mas também para antagonistas em geral. Hans Landa, Loki, Kylo Ren, Killmonger: qualquer grande vilão moderno inevitavelmente terá comparações com o desempenho de Ledger.

PUBLICIDADE

Ao contrário de vilões como Darth Vader ou Hannibal, que tiveram prequels que retroativamente tentaram explicar como essas almas foram corrompidas, a origem do Coringa de Ledger nunca teve qualquer explicação. Na verdade, essa é uma parte fundamental de sua versão do personagem.

Ao longo do filme, o Coringa pergunta Quer saber como consegui essas cicatrizes?, cada vez dando um relato diferente, enquanto brinca com suas vítimas e expõe seus medos: o criminoso Gambol ouve falar de violência doméstica; Rachel, sobre um amor não correspondido.

Assim como em A Piada Mortal, o Coringa de Nolan parece aderir à ideia de que “se eu vou ter um passado, prefiro que seja de múltipla escolha. Não há passado para contar; ele não tem impressões digitais, nem apelidos, nem histórico de qualquer tipo.

PUBLICIDADE

No universo da trilogia Cavaleiro das Trevas, é como se o Coringa simplesmente existisse, com o mais perto que chegamos de uma história de origem aparecendo ao final de Batman Begins, quando Gordon discute a escalada do crime inevitável causada pela chegada do Batman em Gotham, citando o Coringa como o primeiro de uma nova onda de criminosos.

E esse aspecto, provocado muito antes de Heath Ledger ser escalado, é a chave para essa interpretação. Um que, ao contrário de um escravo solitário ou menino torturado, na verdade melhora nossa leitura do personagem.

O Coringa de ‘O Cavaleiro Das Trevas’ foi um produto dos anos 2000

PUBLICIDADE

Batman: O Cavaleiro das Trevas pode ter uma influência que ainda pode ser sentida hoje, mas ele é sem dúvida um produto dos anos 2000. Lançado em 2008, o filme surgiu no final do segundo mandato de George W. Bush, em um ponto em que a segurança interna dos EUA estava sendo corroída.

A América estava envolvida em vários conflitos no Oriente Médio, levando a imagens de soldados feridos em todos os noticiários, e também só se passaram sete anos desde os ataques terroristas de 11 de setembro. A ameaça interna, tanto física quanto emocional, era muito grande na época.

O Coringa se aproveita explicitamente desses medos, atacando o coração de Gotham (e, por extensão, a América) com atos não apenas de extrema violência, mas também de aleatoriedade. O Coringa tem um plano, apesar de dizer o contrátrio, mas ele ataca sem nenhum objetivo maior do que quebrar o espírito de Gotham; ele opera com métodos identificáveis e, portanto, torna-se totalmente imparável. 

Esse caos é um traço constante do Coringa em toda a sua história, mas é seu aspecto definidor na versão de Nolan. No entanto, ele era um cidadão comum antes disso. Ele não é simplesmente um paralelo à Al Qaeda e ao 11 de setembro. E isso cria algo mais inquietante: o perigo está dentro de casa, dentro dos portões da cidade. Não tememos apenas o que ele pode fazer, mas o quanto do Coringa está dentro de nós.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais!

Fique de olho no Legado da DC e saiba tudo sobre curiosidades DCnautas.

Créditos: Screenrant

LEIA MAIS!!!

 

Sair da versão mobile