A real origem dos poderes do Superman não é o que você pensa

Os fãs foram surpreendidos com a reviravolta sobre a verdadeira origem dos poderes do Superman.

A real origem dos poderes do Superman não é o que você pensa

Os fãs foram surpreendidos com a reviravolta sobre a verdadeira origem dos poderes do Superman.

A real origem dos poderes do Superman não é o que você pensa
REVIRAVOLTA
Imagem: Reprodução | Divulgação
PUBLICIDADE

Os fãs foram surpreendidos com a reviravolta sobre a origem dos poderes do Superman. Isso ocorreu quando o icônico herói revelou a existência de um elemento misterioso que desempenha um papel vital no funcionamento de suas habilidades, após ter sobrevivido a uma situação considerada impossível.




PUBLICIDADE



Em Superman: Lost #2 (de Christopher Priest e Carlo Pagulayan), acompanhamos Clark Kent readaptando-se à sua vida normal na Terra, após ter ficado perdido no espaço por duas décadas. Finalmente, Superman decide revelar a Lois o que ocorreu durante sua jornada através de uma singularidade quântica.

Durante essa jornada, o maior super-herói da DC foi transportado para uma região distante do universo e, surpreendentemente, foi resgatado do vazio do espaço por um grupo de viajantes. No entanto, esses resgatadores inicialmente duvidaram que o Superman pudesse ter sobrevivido a uma situação tão intensa.

PUBLICIDADE

No entanto, o Homem de Aço revela que os kryptonianos possuem reações bioquímicas diversas em relação à gravidade, que são amplificadas quando expostos à radiação solar. Após narrar toda a sua história, Clark se vê abandonado em um planeta desconhecido, já que não tinha recursos para recompensar seus salvadores.

O lar de Clark é uma esfera envolta em poluição, onde a gravidade é significativamente diferente, o que obriga o herói a reacostumar-se com suas habilidades mais básicas. É através dos raios solares amarelos provenientes da Terra que ele recupera a capacidade de voar, utilizar a visão de calor e realizar façanhas extraordinárias.

PUBLICIDADE

Durante sua jornada de combate ao crime, Clark dependia do tipo de radiação solar que absorvia para manifestar seus poderes, com os raios amarelos fortalecendo sua extensa lista de habilidades e capacidades, enquanto a radiação vermelha os enfraquecia, deixando-o com menos poderes à disposição (Via: Screen Rant).

Quando exposto a uma estrela jovem, os poderes do Superman se ampliam. Embora a radiação solar seja crucial, é a força da gravidade que de fato determina as habilidades do Homem de Aço. Portanto, surge a incerteza se seus poderes podem ser impactados em um planeta diferente com uma gravidade distinta.

PUBLICIDADE

Se os poderes de Clark são baseados na forma como seu corpo reage à gravidade, é compreensível que um mundo com uma força gravitacional mais intensa ou mais fraca possa afetá-los. Essas novas informações sobre os poderes do Superman levantam várias questões sobre as implicações para o valente herói no futuro.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Deixe suas opiniões nos comentários abaixo!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre os quadrinhos DCnautas.

Conheça o LegadoTV:

LegadoTV é o nosso canal do YouTube para falar de tudo, seja Marvel, DC, e qualquer conteúdo de cultura pop! Se você curte nosso trabalho aqui no site, não nos deixe de se inscrever no nosso canal clicando aqui. Logo abaixo você confere um vídeo do canal:


Você Comentou Este Artigo
  1. Carlos Abraham Duarte disse:

    Novidade nenhuma. Nas HQs mais antigas os superpoderes kryptonianos de Superman provinham tanto da exposição aos raios UV do sol amarelo da Terra quanto da gravidade mais fraca do nosso planeta (porquanto Krypton era caracterizado como um mundo gigante de forte gravidade, uma “Megaterra” ou “Superterra”, como se diz hoje em dia na astronomia).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020-2023 Legado da DC, uma empresa da Legado Enterprises.
Developed By Old SchooL