Novo Batman prova o que torna o Coringa tão especial; confira

O novo Batman está enfrentando o assassino em série mortal chamado Manray, que está muito aquém do nível de ameaça do Coringa.

Novo Batman prova o que torna o Coringa tão especial; confira

Apesar do novo Batman da DC Comics, Jace Fox, estar ocupado com um serial killer, ele ainda não encontrou uma ameaça tão mortal quanto o Coringa – embora não...

 Novo Batman prova o que torna o Coringa tão especial; confira
Imagem: Reprodução | Divulgação
Publicidade

Publicidade

Apesar do novo Batman da DC Comics, Jace Fox, estar ocupado com um serial killer, ele ainda não encontrou uma ameaça tão mortal quanto o Coringa – embora não por falta de esforço. Embora esse novo vilão, Manray, tenha tentado igualar o senso de carisma e estilo do Coringa, tudo o que ele conseguiu até agora foi destacar o que torna o Coringa uma ameaça tão crível.

  LEIA MAIS!

Como ele está atualmente, Manray simplesmente não é um inimigo plausível para o novo Batman. Neste spin-off de Future State, Jace Fox estabeleceu operações como Batman na cidade de Nova York. Seu alvo atual, um serial killer chamado Manray, preenche todos os requisitos necessários para ser comparado ao Coringa.

Seus assassinatos brutais fazem outros vilões do Batman parecerem fracos, sua máscara cria um motivo visual impressionante e ele vê a morte e o caos como sua “arte”. À medida que Manray se move através de suas vítimas, Batman é pressionado para derrotá-lo de uma vez por todas.

Publicidade

I Am Batman #10, de John Ridley, Christian Duce e Rex Lokus, prepara o cenário para o maior confronto de todos. Tendo insinuado que seu próximo alvo é o prefeito, Manray cumpre sua ameaça e ataca a prefeitura, rasgando assessores e guarda-costas.

Apesar de uma equipe armada de guardas esperando no saguão, o prefeito chega para encontrá-los todos massacrados e Manray esperando por ele. Batman chega em cima da hora e depois de uma batalha tensa, Manray é subjugado.

Publicidade

Infelizmente, há pouco para justificar a aparente fúria de Manrayexpondo-o como outro imitador do Coringa. Sem poderes ou treinamento marcial, apenas um ferro cravado em uma corrente, não há explicação sobre por que uma equipe de guardas armados é incapaz de atirar em Manray ou como ele pode lutar de igual para igual com Batman. 

O Coringa, por outro lado, estabeleceu bem sua capacidade de planejar e montar armadilhas com antecedência; as equipes que entraram para matá-lo inevitavelmente percebem tarde demais que foram enviadas para uma armadilha mortal. 

A natureza imprevisível do Coringa leva seus oponentes a se questionarem em momentos críticos, nunca sabendo exatamente o que ele planejou ou se estão sendo enganados. Diante de tudo isso, Manray parece implausível – há muito pouco sobre ele que permite a suspensão da descrença necessária para que um supervilão não seja baleado imediatamente.

Publicidade

Vilões sem poder como Victor Zsasz (que já matou muitas pessoas) ainda são aterrorizantes. O modo de Zsasz de perseguir suas vítimas, no entanto, é uma combinação muito melhor para seu conjunto de habilidades; ele não é o tipo de vilão que poderia entrar em uma sala de forças de segurança armadas e esperar que saísse.

Tratar Manray como uma ameaça no nível do Coringa sem estabelecer suas habilidades de antemão torna muito difícil para o leitor levá-lo a sério. Jace Fox irá derrubá-lo com prazer, mas até agora tudo o que Manray conseguiu provar é que é preciso algo muito mais especial do que uma alta contagem de corpos para ser o próximo Coringa.

Publicidade

Mas e você, o que acha de tudo isso? Não esqueça de comentar em nosso grupo do Telegram!

Para saber mais novidades sobre as séries DCnautas, fique de olho no Legado da DC.

Créditos: Screenrant

Escute o Podcast do Legado:

Publicidade
Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.