O DCEU ainda tem espaço para sua equipe mais mortal; entenda

O DCEU ainda tem espaço para sua equipe mais mortal; entenda

O Universo Estendido da DC continua em reformulações, pois seu tom evoluiu dos visuais mais escuros de Batman Vs Superman: A Origem da Justiça e Mulher-Maravilha para espetáculos mais coloridos como Aquaman e Shazam!. Dito isto,...

 O DCEU ainda tem espaço para sua equipe mais mortal; entenda
Publicidade

Publicidade

O Universo Estendido da DC continua em reformulações, pois seu tom evoluiu dos visuais mais escuros de Batman Vs Superman: A Origem da Justiça e Mulher-Maravilha para espetáculos mais coloridos como Aquaman e Shazam!. Dito isto, enquanto a aparência do universo continuou a mudar, os personagens que existiram dentro dele, em sua maioria, permaneceram.

 

    LEIA MAIS!

 

Publicidade

E embora muitas equipes tenham sido introduzidas ao longo dos anos, ainda há uma para a qual o universo tem espaço: a Legião do Mal. Sugerido no final da Liga da Justiça, Lex Luthor mostrou interesse em trazer o Exterminador para criar uma “liga própria” para combater a recém-formada Liga da Justiça.

Infelizmente, não havia muitos vilões que se encaixassem em termos de habilidade no momento da cena. No entanto, houve nomes mais qualificados que poderiam ser adicionados à lista nos anos seguintes. E com Lex Luthor aparentemente ainda por aí, isso significaria que ele passaria o tempo todo explorando e planejando seus próximos movimentos, semelhante a como Bruce compilou a Liga da Justiça.

Uma das adições instantâneas à equipe seria o Arraia-Negra, cuja missão de vida é se vingar do Aquaman pela morte de seu pai. Com os recursos da Lexcorp à sua disposição, ele teria os meios para fazer exatamente isso e até mesmo destruir Atlântida no processo.

Publicidade

Mulher-Leopardo também pode ser outra adição porque, enquanto Barbara Minerva se curou de sua forma e habilidades de felina, graças ao empoderamento que ela sentiu como Mulher-Leopardo, ela pode procurar um novo meio de se transformar novamente.

Muito parecido com a Legião do Mal dos Superamigos, esses inimigos atuariam como perfeitos inimigos para os membros da Liga da Justiça e operariam logo abaixo do nariz da equipe, esperando para puxar o tapete deles. Em termos de potências na equipe, Adão Negro já está parecendo uma força a ser reconhecida.

Publicidade

Há também a possível adição do Flash Reverso, que daria à equipe a capacidade de manipulação do tempo. E com uma lista composta por inimigos que provaram que não têm remorso, eles podem facilmente ultrapassar até mesmo o Esquadrão Suicida.

Do ponto de vista dos bastidores, a Legião do Mal também representaria o novo status quo do DCEU, já que mais heróis que existem na continuidade conectada representam um paladar mais colorido. De Esquadrão Suicida a Aquaman, esses vilões podem ser mais vibrantes visualmente, mas ainda têm os aspectos da era de Zack Snyder.

Por causa disso, os vilões representam a diversão da Legião dos Superamigos, além de terem a brutalidade fria das versões modernas. Por enquanto, a Liga da Justiça está presente no DCEU e, além de algumas aparições, o futuro da equipe permaneceu no limbo por algum tempo.

Publicidade

Mas a Warner Bros. provou que qualquer coisa pode mudar a qualquer momento e, se for verdade, a Liga pode retornar com força total um dia com membros novos e mais fortes. Caso isso ocorra, Lex Luthor ainda tem um lugar na franquia para coletar adversários que estão prontos para responder ao chamado e trazer uma vantagem mortal para enfrentar os melhores defensores da galáxia.

Mas e você, quais os seus pensamento sobre tudo isso? Não esqueça de comentar em nosso grupo do Telegram!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Publicidade
Créditos: CBR
Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.