Pacificador acaba de realizar o que a Marvel nunca conseguiu; entenda

Agora que o DCEU está se aventurando na televisão com Pacificador, a Warner conseguiu realizar um feito que a Marvel nunca conseguiu.

Pacificador acaba de realizar o que a Marvel nunca conseguiu; entenda

Eventos de crossover se tornaram uma parte tão grande dos programas de televisão de super-heróis, com a exclusão da Marvel e suas muitas séries. O Universo Estendido da DC, por...

 Pacificador acaba de realizar o que a Marvel nunca conseguiu; entenda
Publicidade

Publicidade

Eventos de crossover se tornaram uma parte tão grande dos programas de televisão de super-heróis, com a exclusão da Marvel e suas muitas séries. O Universo Estendido da DC, por outro lado, permite que seus personagens se movam livremente ao longo de seus shows, como a Liga da Justiça no final da primeira temporada de Pacificador.

 

   LEIA MAIS!

 

Publicidade

Pacificador sempre buscou referenciar os heróis de seu universo compartilhado, a maioria dos quais se tornou alvo de piadas. Para adicionar uma cereja no bolo da DC Comics, a maior parte da Liga da Justiça aparece após a luta final contra as Borboletas, com Ezra Miller e Jason Momoa reprisando seus papéis como Flash e Aquaman, respectivamente.

A participação da Liga da Justiça é um feito incrível, mas serve como um lembrete de que sua concorrente está falhando neste aspecto. O Universo Cinematográfico da Marvel assumiu a liderança na corrida de crossovers, especialmente depois que os Guardiões da Galáxia e os Vingadores trabalharam juntos em Vingadores: Guerra Infinita.

No entanto, seus programas de TV não contam com as aparições dos maiores heróis do universo. As séries da Marvel carecem seriamente dos mesmos tipos de eventos que mantiveram os programas do Arrowverse no ar. Como o primeiro show do MCU, Agents of SHIELD revelou muitas dicas sobre os Vingadores e a Batalha de Nova York, os fãs se animaram por uma aparição de Tony Stark ou Thor.

Publicidade

Mas, infelizmente, eles nunca apareceram na série, e começou um ciclo de assuntos catastróficos pelos quais um herói foi responsável, sem nenhuma ajuda dos Vingadores. A equipe sendo excluída de momentos importantes se tornaram uma recorrência frustrante da qual até o MCU brinca.

Em Homem-Formiga, Scott Lang sugere chamar os Vingadores ao ouvir sobre o projeto Jaqueta Amarela, mas é uma piada, muito parecida com a ideia de que Sam Wilson e Bucky Barnes estavam consertando um barco quando os Eternos estavam ocupados parando uma emergência global.

Publicidade

Quando Wanda subconscientemente escravizou uma cidade inteira com magia do caos em WandaVision, os Vingadores não estavam convenientemente em nenhum lugar, mesmo que sempre se regozijassem em ser uma família. Comparado com a Liga da Justiça, os Vingadores parecem ser um grupo de indivíduos aleatórios que escolhem em qual evento final do mundo se envolver.

Pacificador se recusa a cometer o mesmo erro que vem esmagando a racionalidade do MCU pelas ausências de seus heróis. Leota Abedayo pede a sua mãe, Amanda Waller, que envie a Liga da Justiça, pois a equipe da Força-Tarefa X parece um pouco desanimadora. Parece que Amanda descartou esse pedido, mas a Liga da Justiça – sem Batman e Cyborg – realmente chega, mas um pouco atrasada.

Publicidade

No entanto, a Liga da Justiça parece muito mais confiável do que os Vingadores, mesmo que tenham um timing horrível. Para ver como a Liga da Justiça entra em ação, assista ao final da primeira temporada de Pacificador. A primeira temporada está disponível no catálogo da HBO Max.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Publicidade
Créditos: CBR
Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.