Pacificador: Warner quase cortou piada ofensiva ao Batman; saiba mais

Em declaração recente, o diretor James Gunn revelou que a Warner Bros. quase barrou uma piada sobre o Batman na série ‘Pacificador‘.

PUBLICIDADE

Obviamente, é muito cedo para dizer o que a primeira temporada de Pacificador fará em termos de história, mas já é certo que o show está disposto a ir a qualquer lugar quando se trata de palavrões e atrevimento. A série realmente arriscou em termos de conteúdo, chegando a se referir de maneira pouco respeitosa a outros grandes personagens do Universo DC.

 

    LEIA MAIS!

 

No primeiro episódio, o Pacificador entra em uma discussão sobre o Aquaman e acusa Arthur Curry de se envolver em atos não-naturais com peixes. Mais tarde, o anti-herói afirma que o Superman tem um fetiche por cocô. Agora, em entrevista ao podcast TV’s Top 5, James Gunn revelou que a Warner Bros. quase barrou uma piada sobre o Batman na série.

PUBLICIDADE

O diretor disse que ficou surpreso com a atitude do estúdio, referente à uma cena que ainda vai ao ar no quarto episódio. Na cena, o Pacificador chama o Batman de “vi***nho“, e segundo ele, isso incomodou o estúdio menos do que quando o personagem diz que o Aquaman faz sexo com peixes, e que o Superman tem fetiche por cocô:

“Fiquei muito surpreso, porque eles não gostaram muito do Pacificador chamando o Batman de “vi****nho”. […] Eu não sei por que chamar o Batman disso é mais ofensivo do que dizer que o Superman tem fetiche por cocô.” – Disse Gunn.

Claro que é natural esperar que uma série como Pacificador se divirta com outros personagens da DC Comics, já que está tentando ser engraçado e irreverente. Mas usar personagens como Batman e Aquaman de uma maneira verdadeiramente profana e insultante talvez tenha sido um pouco surpreendente para o estúdio, mesmo com um diretor-roteirista sem barreiras como James Gunn no comando.

Em última análise, é bastante revigorante perceber que Pacificador está disposto a se divertir com o Universo DC e talvez até passar dos limites em alguns de seus insultos. O humor do programa de fato o coloca diretamente no mesmo espaço de filmes como O Esquadrão Suicida e Aves de Rapina, irreverências que apresentam alguma quantidade de desenvolvimento de personagens, mas não se sentem vinculado ​​​​com o resto do DCEU.

PUBLICIDADE

Que a DC está disposta em dar liberdade para James Gunn claramente é um bom presságio para o futuro da DC na HBO Max e nos cinemas, pois prova que a empresa deseja permitir que os cineastas sejam criativos e tragam suas próprias histórias únicas para os vários personagens e narrativas que abordam – mesmo que isso significa que outros personagens da DC às vezes sejam alvos de piadas.

James Gunn dirigiu cinco capítulos e escreveu todos os oito episódios da primeira temporada de Pacificador. O quarto episódio da série será lançado no dia 20 de janeiro e os demais capítulos da série serão disponibilizados nas quintas-feiras seguintes na plataforma de streaming; sempre um por semana.

Mas e você, o que acha de tudo isso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

PUBLICIDADE
Créditos: Screenrant

 

PUBLICIDADE

Sair da versão mobile