Por que o Coringa de Jared Leto não voltou para 'O Esquadrão Suicida'?

'O Esquadrão Suicida' contou com boa parte do elenco do primeiro filme, mas Jared Leto não esteve presente na continuação como o Coringa.

Por que o Coringa de Jared Leto não voltou para ‘O Esquadrão Suicida’?

Os planos originais para o universo compartilhado da DC nos cinemas não saíram como o esperado, com sua primeira leva de filmes, que começou em 2013 com O Homem...

 Por que o Coringa de Jared Leto não voltou para ‘O Esquadrão Suicida’?
Publicidade

Publicidade

Os planos originais para o universo compartilhado da DC nos cinemas não saíram como o esperado, com sua primeira leva de filmes, que começou em 2013 com O Homem de Aço, não obtendo os resultados que a Waner Bros. queria, forçando-a a repensar seus planos para o futuro. Algumas franquias, por exemplo, estão passando por dráticas mudanças.

Esse é o caso de O Esquadrão Suicida, a sequência autônoma/reboot suave do filme original comandado por David Ayer, que apresentou um grupo de anti-heróis formado por Pistoleiro, Harley Quinn, Capitão Bumerangue, El Diablo, Crocodilo e Slipknot.

O filme também apresentou um novo Coringa, interpretado por Jared Leto, que era mais um chefão do crime coberto de tatuagens e com uma personalidade exagerada do que o psicopata assassino que os fãs da DC já estão acostumados.

Publicidade

Esta versão do Coringa não foi bem recebida pela crítica e pelo público e, além da breve aparição de Leto como o vilão no futuro Knightmare de Liga da Justiça de Zack Snyder, o DCEU tem feito o possível para se afastar da polêmica versão.

Como mencionado acima, O Esquadrão Suicida não é uma sequência direta do filme de Ayer. Não tem a mesma equipe e não aborda os acontecimentos do primeiro filme. No entanto, a versão de James Gunn conta com a presença da popular Arlequina de Margot Robbie e alguns outros vilões. Entre os personagens do Esquadrão Suicida de Ayer que não fazem parte da sequência, o Coringa é um dos mais notáveis.

Publicidade

Embora tenha sido especulado que a má recepção da atuação de Leto como o Príncipe Palhaço do Crime foi a principal razão pela qual ele não reprisou seu papel, James Gunn explicou (via NY Times) que, em termos de narrativa do filme, não havia lugar para o personagem no novo filme, já que ele “não seria útil nesse tipo de situação de guerra”.

O Coringa nunca fez parte da Força-Tarefa X, então sua ausência também não é surpreendente. E já que Harley Quinn está forjando seu próprio caminho sem ele, não há realmente nenhuma necessidade de colocar o inimigo do Batman na batalha bizarra do Esquadrão Suicida contra Starro.

Publicidade

Além disso, O Esquadrão Suicida de James Gunn teve uma recepção muito positiva sem a presença do vilão mais icônico da DC. Se a Warner Bros. vai mudar ou não de ideia sobre a versão de Jared Leto só o tempo irá dizer, pois o Coringa não tem um lugar muito bem definido na linha principal do DCEU.

No entanto, o vilão poderia ser muito bem aproveitado em uma potencial sequência da Liga da Justiça de Zack Snyder, já que ele é um dos integrantes de uma resistência – liderada pelo Batman – que luta contra as forças de Apokolips e um Superman corrompido pela Equação Anti-Vida.

Publicidade

Mas e você, gostaria de ver o Coringa de Jared Leto no futuro dos filmes da DC? Deixe suas opiniões nos comentários!

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas!

    LEIA MAIS!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.