O novo universo animado da DC torna o fracasso do DCEU ainda pior

A DC Comics está criando um novo universo compartilhado de filmes animados, e as primeiras produções destacam a maior falha do DCEU.

O novo universo animado da DC torna o fracasso do DCEU ainda pior

A Warner Bros. Animation está criando um novo universo compartilhado de filmes animados, e as primeiras produções destacam a maior falha do DCEU. Com o lançamento de Superman: O Homem do...

 O novo universo animado da DC torna o fracasso do DCEU ainda pior
Imagem: Reprodução | Divulgação
Publicidade

Publicidade

A Warner Bros. Animation está criando um novo universo compartilhado de filmes animados, e as primeiras produções destacam a maior falha do DCEU. Com o lançamento de Superman: O Homem do Amanhã para home video em 2020, a DC Comics iniciou uma nova cronologia de filmes de animação que substituiu o DC Animated Movie Universe inspirado nos Novos 52, também conhecido como DCAMU.

 

   LEIA MAIS!

 

Publicidade

Ao contrário da estratégia adotada entre Liga da Justiça: Ponto de Ignição e o brutal Liga da Justiça Sombria: Apokolips, este novo universo animado da DC Comics não segue estritamente nenhuma era específica dos quadrinhos, e sim mistura adaptações com histórias originais.

Além de Superman: O Homem do Amanhã, este universo inclui Sociedade da JustiçaSegunda Guerra Mundial, Batman: O Longo Dia das Bruxas – Parte 01, Batman: O Longo Dia das Bruxas – Parte 02 e o próximo Lanterna Verde: Tema Meu Poder. Embora inicialmente não houvesse confirmação de que esses filmes seriam ambientados no mesmo universo, eles de fato ocorreram na mesma cronologia.

O trailer de Lanterna Verde: Tema Meu Poder, por exemplo, revela que o Caçador de Marte, o Arqueiro Verde e a Mulher-Gavião estarão presentes durante a história de John Stewart. Toda essa interconectividade, especialmente a forma como foi criada, expõe ainda mais o quão errada foi a abordagem do DCEU ao seu universo compartilhado.

Publicidade

Nos filmes teatrais, a franquia saltou da introdução do Superman em O Homem de Aço para toda a Liga da Justiça aparecendo na tela durante Batman Vs Superman. Por outro lado, este novo universo animado está demorando para apresentar adequadamente cada herói e canto do Universo DC antes que grandes crossovers aconteçam.

Superman: O Homem do Amanhã mostrou as origens de Clark Kent enquanto também apresentava o Caçador de Marte. Sociedade da Justiça introduziu Flash e Mulher-Maravilha; O Longo Dia das Bruxas foi totalmente focado no Batman, e agora Lanterna Verde: Tema Meu Poder vai revelar como John Stewart se torna Lanterna Verde.

Publicidade

Quando comparado à forma como o DCEU foi criado, com Superman e Mulher-Maravilha sendo os únicos heróis a receber um filme solo antes de Zack Snyder fazer Liga da Justiça, o Tomorrowverse parece muito mais promissor e coeso.

Deve-se afirmar que criar uma franquia de filmes live-action é consideravelmente mais complexo do que criar um universo animado direto para a TV. Disponibilidade de atores, a necessidade de contratos longos e o risco constante de um filme fracassar nas bilheterias são alguns dos desafios que franquias como MCU e DCEU têm que enfrentar, o que tornou o feito do primeiro ainda mais notável.

Publicidade

Dito isso, o DCEU poderia ter adotado uma estratégia melhor para iniciar seu universo compartilhado. Como o Tomorrowverse prova, o Universo DC brilha mais quando é dado o tempo adequado para mostrar as origens e os primeiros encontros de seus personagens antes de um grande evento de crossover como a Liga da Justiça acontecer.

Mas e você, o que acha disso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais.

Acompanhe o Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Publicidade
Créditos: Screenrant

Escute o Podcast do Legado:

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.