Robert Pattinson repetiu o erro 'atroz' do Batman de Val Kilmer; entenda

Pattinson queria fazer algo completamente diferente com seu Batman, mas uma característica planejada pelo ator já foi usada por Val Kilmer.

Robert Pattinson repetiu o erro ‘atroz’ do Batman de Val Kilmer; entenda

Robert Pattinson está trazendo uma versão corajosa do Cavaleiro das Trevas, mas ele originalmente repetiu o erro de voz “atroz” do Batman de Val Kilmer. The Batman de Matt Reeves...

 Robert Pattinson repetiu o erro ‘atroz’ do Batman de Val Kilmer; entenda
Imagem: Reprodução | Divulgação
Publicidade

Publicidade

Robert Pattinson está trazendo uma versão corajosa do Cavaleiro das Trevas, mas ele originalmente repetiu o erro de voz atroz do Batman de Val Kilmer. The Batman de Matt Reeves é uma história de detetive noir, diferenciando-a de todas as representações anteriores do herói. No entanto, o desejo de Pattinson de criar uma voz única do Homem-Morcego já foi tentado em Batman Eternamente de 1995.

 

    LEIA MAIS!

 

Publicidade

O vigilante de Pattinson ainda é relativamente novo no combate ao crime, com The Batman ambientado durante seu segundo ano operando em Gotham. Ele enfrenta o serial killer Charada (Paul Dano), que está caçando os funcionários corruptos da cidade e revelando segredos sobre a família Wayne.

Enquanto isso, Batman Eternamente, de Joel Schumacher, vê seu herói mais experiente relutantemente se juntar ao Robin (Chris O’Donnell) para derrotar o Duas-Caras (Tommy Lee Jones) e o Charada (Jim Carrey). Haverá três diferentes versões em live-action do Batman apenas em 2022, mas infelizmente a de Val Kilmer não está entre elas.

Robert Pattinson revelou no Jimmy Kimmel Live! que ele queria subverter as expectativas, entregando uma voz do Batman realmente sussurrante, antes de ser solicitado a parar, pois apenas parecia absolutamente atroz. Em teoria, a sugestão de Pattinson é louvável, mesmo que não se encaixe no tom do filme ou do personagem.

Publicidade

Ele também não foi o primeiro ator a tentar isso, com Val Kilmer falando tão baixinho que seus colegas de elenco não conseguiam entendê-lo. Pattinson observou como a maioria dos atores optam por um tom áspero e grave”. A ideia de Pattinson em entregar uma voz muito mais suave é interessante, mas não é tão original quanto ele pensava.

A estrela revelou que foi informado de que Christian Bale tentou uma abordagem semelhante, antes de mudar de rumo e optar por uma voz excessivamente agressiva do Batman. No entanto, Val Kilmer venceu os dois, embora com resultados mistos.

Publicidade

O subestimado Batman Eternamente retrata o herói com um tom muito mais ofegante do que o habitual, com o comportamento de fala mansa de Kilmer mais adequado para Bruce Wayne do que para o Batman. Isso causou problemas com seus colegas de elenco, que lutavam para ouvir o ator.

Enquanto promovia Batman & Robin, Chris O’Donnell revelou, que ele lutou para entender Kilmer, especialmente ao se apresentar no vasto set da Batcaverna. Michael Gough também lembrou esse desafio ao falar com a Film Review (via 1995Batman.com), observando que ele repetidamente saiu do personagem para expressar sua preocupação.

Cenas sendo interrompidas porque os atores não conseguiram ouvir o Batman de Val Kilmer foi um problema considerável, especialmente quando o vigilante deve causar medo nos criminosos. A voz calma de Kilmer ajuda a capturar o mau humor de Bruce Wayne, pois esta versão do personagem ainda é perturbada por seu trauma passado e sua dupla identidade.

Publicidade

Isso parece um pouco com o incrivelmente solene Bruce de The Batman. No entanto, Robert Pattinson é um Cavaleiro das Trevas mais brutal e vingativo para contrastar sua personalidade ainda em construção. Batman Eternamente, por outro lado, pretendia retratar Bruce como tendo perdido o interesse na luta, esquecendo por que ele se tornou o Batman.

Essa caracterização pode funcionar melhor no inédito Schumacher Cut, que supostamente é muito mais longo e possui um tom mais sombrio. Independentemente disso, a voz de Val Kilmer para Bruce funciona dentro do contexto do filme e faz acenos ao tom mais leve de Kevin Conroy para Bruce Wayne em Batman: A Série Animada.

Publicidade

Por outro lado, a voz “sussurrante” do Batman de Robert Pattinson provavelmente teria se tornado um erro pior. O Batman mais jovem de Pattinson provavelmente ainda precisa provar a si mesmo, então usar uma voz tão suave pode não ter alcançado o efeito desejado ao lutar contra criminosos.

O Batman de Kilmer não foi particularmente intimidador, mas seu desempenho tranquilo e desanimado pelo menos se destaca da aspereza nas performances de Christian Bale e Ben Affleck. Felizmente, Pattinson parece ter atingido o equilíbrio certo com uma voz um pouco mais áspera, porém sinistra, que está mais alinhada com o Batman de Michael Keaton.

Mas e você, quais seus pensamentos sobre tudo isso? Não esqueça de comentar em nossas redes sociais!

Publicidade

Fique de olho no Legado da DC e saiba tudo sobre as produções DCnautas.

Créditos: Screenrant
Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.